Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

De onde vem a podridão?

Imagem
Minha teoria: acabe-se com a bandalheira que ocorre nos municípios que boa parte dos problemas políticos que afetam o país serão resolvidos. Alguém levantou essa bola em redes sociais esta semana.
Sei que é meio utópico e que corrupção não ocorre só em nível municipal, mas veja por este ângulo: a bandalheira e a corrupção galopam país afora principalmente porque José Povo não sabe o que é acompanhar e fiscalizar o trabalho dos homens públicos, aqueles eleitos pelo voto direto. Vejamos: em Birimboca do Oeste há vagas para 7 vereadores que ganham lá seus milinhos por mês, para se reunirem uma vez por semana para discutir assuntos de "interesse da cidade". Nenhum dos eleitos vive do cargo. Uns são empresários, outros servidores públicos, e por aí vai. Pois bem, Seu Zé Povo votou no Vereador 1 porque ele é seu vizinho. O primo do seu Zé votou no patrão. O amigo do seu Zé, por outro lado, votou no primo dele. Todos se elegeram. Qual o problema aqui? Seu Zé não vai cobrar do seu …
Imagem
ANGEL MINE
Anjo Meu
(Cowboy Junkies)

                                           Vídeo com a participação de Jeanine Garofalo

He searched for those wings that he knew
Ele procurou pelas asas que sabia
That this angel should have at her back
Que este anjo deveria ter nas costas
And although he can´t find them he really don´t mind
E embora ele não as encontre ele não se importa
´Cause he knows they´ll grow back
Pois sabe que elas voltarão a crescer
And he reached for that halo that he knows
E buscou por aquele halo que sabe
That she had when she first caught his eye
Que ela tinha quando a viu pela primeira vez
Although his hand came back empty
E ainda que sua mão volte vazia
He´s really not worried ´cause he knows it still shines
Ele não se preocupa pois sabe que ele ainda brilha

Chorus
I can´t promise that I´ll grow those wings
Não posso prometer crescer aquelas asas
Or keep this tarnished halo shine
Ou manter o brilho deste halo manchado
But I´ll never betray your trust
Mas eu nunca vou trair sua…

Rio

Imagem
Diz a música do Planet Hemp: "Rio/Cidade desespero/A vida é boa/Mas só vive aqui quem não tem medo..." O Planet cantava isso nos anos 90, quando a violência imperava e corria solta na Cidade Maravilhosa.
Nossa rápida passagem por lá no começo deste mês serviu para várias coisas. Primeiro para entendermos de uma vez por todas a geografia confusa da cidade, ou pelo menos para ter uma ideia mais clara dela. Pode não ser confusa para quem está acostumado ao Rio, mas para aqueles "de fora", que só viram a cidade em fotos, entender o Rio é um bocado complicado. Meu irmão é ótimo para essas coisas. Tem excelente memória e descobre muita coisa escondida. Foi assim quando ele me explicou, nos idos de 1993, como funcionava Brasília. No Rio foi parecido. Depois das aulas de geografia e história, bastou subir o Corcovado e o Pão de Açúcar para entender definitivamente a matéria. Esses passeios são caros, mas são obrigatórios.
A viagem serviu também para desmistificar (um pouc…